Monday, September 02, 2013

Pode você + Google + USA resolver a economia mundial ?

Sim.
O acordo Googledepending / Obamadepending já esteve mais longe de acontecer, depois o assunto é com cada um de nós e nao envolve esforço.
Porque eles nos disponibilizarao um alargamento internet ao novo espaço económico de uso pessoal para a extracçao da riqueza infinita e ali disponível para cada um e para o BEM de todos.
Porque eles nos podem entregar gratuitamente o instrumento que permite a datavalorizaçao do dinheiro ou seja o utensílio que a gente utiliza para poupar-a-motor.


E quando o povo pode poupar-a-motor (webmotor ou netmotor) em condiçao cashkeeping e com ganho automático (webcashmatic) de mais valias, entao a paz instala-se graças à diminuiçao progressiva da agressividade económica e das obrigaçoes de concorrência entre pessoas.

Porque os problemas de dinheiro ficam resolvidos para cada um de nós em razao do uso da nova práctica económica da datavalorizaçao (datevaluation). Porque ao lado das prácticas de consumo, de poupança e de investimento, você vai poder escolher também practicar a datavalorizaçao. E a Economia Clássica passa a ser Economia 4G3W pela introduçao da criaçao personalizada de objectos dinámicos - a sua fonte actualizada para extracçao de riqueza infinita. Sim veja : How big is big.


Friday, March 06, 2009

Gool-Bama-Cash para resolver


Os mercados vao tolos e os acreditados chamam tolos aos pioneiros.

Para resolver a receita Gool-Bama-Cash preve a livre disposiçao para a criaçao de moeda personalizada. Trata-se dum processo de criaçao pelo establecimento duma ligaçao ou link dinheiro-a-dinheiro (linking money-to-money) para o aproveitamento da rede web na produçao de mais-valias sobre o dinheiro em forma de poupança-dinamica e webpuxada.

A Economia 4G3W é o melhoramento da Economia Classica pelo acrescento da datavalorizaçao como complemento e ou alternativa ao investimento. Suprimindo porque deixa as reservas correr na web em modo "cashkeeping". Só para procurar melhor alcance economico e alcançar maior riqueza pessoal.

Monday, October 13, 2008

Os novos tempos financeiros

Mais vale passar ao dinheiro personalizado antes que os megamajors nos apresentem nova factura.

Tuesday, September 23, 2008

Linking money-to-money for much-more-money into Economy 4G3W

Friday, January 04, 2008

Megamajors aflitos




"Quinta-Feira 03 Janeiro de 2008, 11h48m O volume de fusoes-aquisicoes atingiu un nivel record no mundo chegando a 4.500 milhares de milhoes de dollars, subindo 24% em relacao a 2006, segundo numeros definitivos do fornecedor de dados Thomson Financial publicados Quinta-Feira."

Como se escreve o numero 4.500 milhares de milhoes ?

Penso que sera assim : 4.500.000.000.000,- USD

Aih os megamajors estao aflitos !

E em Davos, vamos ajuda-los ?
Go to my Davos Answer 2008, linking money is the solution.

Sunday, April 30, 2006

Como resolver o caos da Economia Mundial



Tornando possivel o desenvolvimento duma nova pratica : a de "datavalorizar"o dinheiro na web através dos motores de comu-
nicaçao pessoais.

Isso vai equilibrar as 3 clássicas mas contraditorias alternativas de : gastar-poupar-invertir.
Porque fornece a cada pessoa, a tripla utilidade do "datavalor " quando ela "datavaloriza" o seu dinheiro e :

- aproveita mais-valias automáticas na sua poupança, distinguida e remunerada por data ;
- adquire e goza duma capacidade multiplicativa particular e de motivo crescente ;
- mantém a disponibilidade do dinheiro sem obrigaçoes nem custos.

Ora em Economia, quando se resolve o resultado individual, resolve-se o da sociedade em geral.
Nos trabalhos sucessivamente levados ao Symposium de Davos, tem faltado o tratamento de raíz.E à volta da teoria económica muito se tem aumentado a confusao reinante e simlesmente derivada (como pretendo...) do esgotamento da motivaçao à poupança.

Esgotamento que era previsível, já que para orientar o dinheiro e ganhar uma utilidade era preciso renunciar às outras duas :

- Quem o gasta... nao o poupa... nem o investe ;
- Quem o investe... nem o gasta... nem o poupa ;
- Quem o poupa...nem o investe...nem o gasta.

E, cada motivaçao produz hesitaçao e incerteza na escolha do gesto económico mais adaptado à sua situaçao do momento.

Na verdade, qualquer 1, dos 3 gestos da Eco 3G, é sempre contraditório com os outros 2 , também úteis e possíveis mas obrigatóriamente nao praticaveis ao mesmo tempo e com a mesma parcela de dinheiro que queremos orientar.
O dilema de ter que renunciar a 2 utilidades e de ser obrigado a satisfazer-se duma só a cada gesto e escolha económica, esse dilema imposto pela Economia 3G, obriga aos condicionamentos das políticas económicas e por aí tem ido o Word Economic Forum - Davos.
Acresce que no caminho da democrática liberalizaçao, aparecem sempre as medidas de conciliaçao politica (e...ou o "ganhar eleiçoes"). E a Economia a 3 gestos, apodreceu com os exageros financeiros, etc, etc.

A salvaçao, é entrarmos decididamente na Economia a 4 gestos (4G) através dos actuais motores de comunicaçao (3W). E permitir a cada um, "datavalorizar" dinheiro para obter um "datavalor".

Afinal, porque é que o aforrador nao preferiria ver a sua poupança remunerada também em funçao da sua data de constituiçao ? E com isso, obter mais-valias e prémio sobre a poupança.

Repare-se como se chega depressa ao desejo de "datavalorizar". Nota-se-lhe a utilidade.

Entremos na Economia 4G3W, particularizando a poupança com a data ligada aos factores de produçao do seu momento conjuntural.
Quem poder chegar mais depressa a poupar, consegue melhores factores de produçao.
Legítimo será que possa negociar o valor da cedência daquela sua poupança, particularizada a seu tempo.

É simples você ganha mais e tem mais valor para o mesmo dinheiro porque o datavalorizou antes de mim !
Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Atribución-SinDerivadas 2.5 Spain License.

Je cherche des chercheurs-collaborateurs pour l'Economie 4G3W :

Creative Commons License
Economy 4G3W by FilipeAlvesFerreira is licensed under a Creative Commons Reconocimiento-No comercial-Compartir bajo la misma licencia 3.0 Estados Unidos License.
Based on a work at filipealvesferreira.googlepages.com.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://loscedros17.spaces.live.com.

Le pôle Office of Innovation : réflexion et actionLe pôle Office of Innovation mis en place chez CSC n’est pas une création ex nihilo। Il regroupe des entités existantes, mais dont la synergie devrait permettre à l’innovation d’être utilisée de manière plus efficace dans le groupe CSC. Il regroupe les entités suivantes :- Le LEF (Leading Edge Forum) : anime une communauté d’entreprises et d’analystes ;- Le Research Network est le centre de veille mondial qui produit les analyses sectorielles ;- Le groupe Global Alliances noue les partenariats stratégiques ;- Le groupe Global Service Offerings supervise les développements des offres de services- Le Knowledge Program anime la discussion et le partage des connaissances au sein du groupe CSC.On le voit, le pôle Office of Innovation n’est pas seulement une sorte de « think tank » qui fait de la veille et échafaude des théories, mais il est aussi impliqué dans la stratégie de l’entreprise, notamment dans la recherche de partenariat et dans la définition des nouveaux services.
E-mail:filipeferreira27@hotmail.com

Central Banks Hub